terça-feira, 27 de março de 2012

Tempo de espera para tirar visto dos EUA será de 15 dias no Recife


Solicitações de visto americano na capital tem aumentado, segundo ministro conselheiro. Tempo reduzido deve entrar em vigor em aproximadamente 6 meses.


Em aproximadamente seis meses, os nordestinos e, em especial, os pernambucanos que procurarem o Consulado Americano no Recife devem esperar apenas quinze dias para conseguir o visto americano. De acordo com o ministro conselheiro da Embaixada dos EUA no Brasil, Todd Champman, que concedeu entrevista ao Bom Dia Pernambuco nesta terça-feira (27), a expectativa é de estreitar relações de comércio, turismo e educação entre o país e a região.

O número de vistos na capital pernambucana vem aumentando nos últimos anos. Além dos pernambucanos, o Consulado do Recife recebe solicitações de baianos, cearenses, paraibanos e até moradores de outras regiões. “Eu acho que o Nordeste está passando por um grande crescimento econômico. Tem mais e mais pessoas aqui no Nordeste querendo visitar os Estados Unidos por razão de turismo, mas também por razões comerciais. Temos aumentado muito o esforço para aumentar a nossa possibilidade de emitir vistos. Isso está acontecendo dia a dia no Recife”, justificou Todd Champman.

O tempo para se conseguir um visto americano pelo Consulado do Recife já chegou a cem dias. Atualmente, esse tempo fica entre trinta e quarenta dias. “Nós temos feito um esforço muito grande no Recife e também no país inteiro para abaixar o tempo de visto. A demanda aumentou tão rapidamente que não tivemos recursos suficientes para atender o público da maneira que deveria ser oferecido nosso serviço. Por isso, fizemos um grande esforço, trazendo muitos trabalhadores para ajudar a baixar o tempo de espera”, falou o ministro conselheiro.

Ainda segundo Champman, a intenção é investir ainda mais nos Consulado do Recife. “Nós vamos concentrar em ampliar nossas instalações. [...] Dedicar nossos esforços na região, na área comercial, na área de visto, e nossa área de concentração agora é a promoção do intercâmbio educacional entre nossas instituições e Pernambuco”, revelou.

Para estreitar as relações comerciais com o Brasil, os norte-americanos criaram, desde 2009, escritórios voltados para o assunto no país. Inicialmente, foram instalados no Rio de Janeiro e São Paulo. O Recife, entretanto, no último ano, ganhou a sua unidade. “Tem aumentado o fluxo de comércio com o Nordeste. Por isso, nosso Departamento de Comércio tem decidido que deve ter escritório aqui. Conversamos com um brasileiro especialista na área”, falou Champman. No próximo ano, a previsão é trazer um diplomata norte-americano para o Recife, que deve ficar focado 100% na questão comercial.

O escritório se dedica a ajudar na exportação de produtos americanos, mas também a fazer a relação dos investidores com áreas de interesse, como o Porto de Suape e o agronegócio de Petrolina. “Nossos cônsules aqui estão vendo quais as possibilidades de ampliar a relação comercial. Temos visitas a cada semana, de americanos vindo aqui, pegando conselhos”, concluiu.


Saiba mais sobre como tirar visto americano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar. Agradecemos sua visita!

Postar um comentário